Mapeamento de Sinais

Fotofinder®

dermatoscopia digital é o exame para o diagnóstico e prevenção do câncer de pele. Ele foi desenvolvido para que fosse possível, por meio da análise de uma fotografia ampliada das pintas na pele, identificar lesões de risco muito antes do olho do dermatologista. Entretanto, a dermatoscopia digital também pode ser usada para diagnosticar outras afecções de pele e cabelos, como diferenciar nevos de queratose seborreica, lentigos, e até mesmo problemas relacionados à queda de cabelos.

 

A diferença da dermatoscopia manual para a digital é que, na primeira, o dermatologista olha as pintas que tem relevância com o próprio dermatoscópio (um aparelho portátil que funciona como uma lente de aumento) e avalia naquele momento o risco de cada lesão.

 

No mapeamento digital da pele há o registro das fotos do corpo todo e a documentação das lesões, para que os resultados possam ser acompanhados com o passar do tempo. Isso aumenta a sensibilidade de identificação de novas lesões ou mudanças importantes. Além disso, a dermatoscopia digital mostra uma imagem das pintas aumentada em 20 a 70 vezes, já o dermatoscópio manual o aumento é de 10 vezes e nem sempre é possível armazenar os dados.